O Entardecer

Fiz calar, sossegar, minha alma
Feito um coração de cera, que derreteu dentro de mim
Mas alcancei o entendimento, e por onde eu for, serei mais leve
Me aquecerei com esse Calor das tardes lindas da primavera, onde vejo Seu jardim florescer.

O Vento vem com Sua chuva
São gotas novas pelas correntes das águas
Se misturam as minhas lágrimas
Que servem-me de mantimento nas vigílias
Dia e noite.

O Entardecer escorrega minhas intenções
O meu silêncio agora, é apenas Te comtemplar
Minha alma pousará nesse bem
Para sempre ali Te encontrar

Por Armando Louder

Categories:

Leave a Reply